12/03/2012

Trilogia Amor Vampiro

Amor Vampiro
 
"Dai-me teu sangue quente
saciando minha necessidade...
e seremos ardentes amantes
para toda eternidade.
 Teu sangue adocicado
 pela minha boca saciada
vai escorrendo paulatinamente,
 perpetua-se o nosso amor
 numa união que está marcada... 
agora serás minha para sempre.

 Ritual de Paixão

Dai-me teu sangue
vinho da minha eternidade
misto de amor e necessidade
que une meu corpo ao teu.
Dai-me também, o teu ardor
calor que há muito não tenho
e busco em ti para me saciar
era nosso destino se encontrar.
No teu corpo e no teu sangue
concretizo a minha felicidade
fome saciada de vida e amor,
desejo, cumplicidade e despudor.

  
O Reencontro

Venha para o meu castelo 
quero te mostrar meu mundo 

somente ali eu te revelarei,

o meu lado mais profundo. 


Foste paixão que a fatalidade
sem dó arrancou de mim 
foi num  passado longínquo, 
nosso destino quis assim.

Por perder-te  meu amor 

praguejei contra o Criador 

amaldiçoado por meu ódio 

vaguei pela terra errante. 


Habitei castelos sombrios 

esgotos fétidos e escuros, 

procurava meu alimento

nos lugares mais obscuros.


Pousei sobre  beirais e muros 

invadi quartos de donzelas 

tomei corpos,
suguei sangue 
  e assim, causei dor e  mazelas.

Mas tudo que fiz, foi em vão  

encontrava o pão e o vinho 

mas jamais encontrei tua alma

 e segui solitário pelo caminho.

Desta vez não deixarei,

que o infortúnio te leve 

prefiro uma estaca no peito 

para que meu fim seja breve.

Estás aqui em
meus braços 
neste beijo envolvente 

sorverei seu doce néctar

não hesitarei novamente.


Há nesse seu lindo corpo

 uma botella do melhor vinho,
requintado e saboroso

da melhor casta já vista.


Satisfará o meu paladar

revivendo a libido perdida

saciando minha sede secular 

há muito tempo adormecida.


Muitas noites venturosas  

uma após a outra
virão,  
pelejas intensas de amor 
plenos de desejo e ardor. 

Reconquistarei o paraíso, 
estando aqui, ao teu dispor 
precisei viver muito tempo    
mas,  te reencontrei....amor!

© Valter Montani
 
conheça meus outros blogs:
Clicksdopoeta: fotografias e afins
Selos & Prêmios : Galeria do Poeta
Poetacards: cartões com pensamentos 

2 comentários:

  1. Meu querido Poeta

    Como sempre os teus poemas são de uma intensidade, que me deixa sem palavras.
    Simplesmente maravilhoso.

    Beijinhos com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Adorei poeta, seu trabalho como sempre tem um diferencial com muita sensualidade.
    Bjs LU... :)

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

fale@comigo

Minha foto

Sou um Poeta que outrora oculto, graças ao incentivo de amigos vem publicando seus escritos através dos Blogues: "Valter Poeta" e "poeta Cards", os quais tenho a honra de convidar-lhe a conhecer.

http://valterpoeta.blogspot.com/
http://poetacards.blogspot.com/
http://clickdopoeta.blogspot.com/
http://bloglivrovalterpoeta.blogspot.com/

Valter Montani, Casado, Economista, Auditor de Meio Ambiente pela   Fundação Vanzolini,   Especializado em    Qualidade pelo PECE-Escola Politécnica da USP.
ATENÇÃO: 
 ALGUMAS IMAGENS UTILIZADAS NOS MEUS BLOGUES SÃO ORIUNDAS DA NET, SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS. 
QUALQUER PROBLEMA FAVOR ENTRAR EM CONTATO. MEUS BLOGUES NÃO VISAM NENHUM TIPO DE LUCRO FINANCEIRO, FORAM CRIADOS APENAS PARA DIVULGAR MINHAS POESIAS, PENSAMENTOS E FOTOGRAFIAS.

SAUDAÇÕES!

Valter Montani

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *