07/10/2011

Volúvel (saindo da gaveta)

VOLÚVEL

Então, era chegado o momento
de conseguir realizar um intento
que por muito tempo foi esperado
sim, na memória ficaria marcado.

Finalmente você estava ao meu lado
tudo corria a favor do meu agrado
risonha, você se mostrava convidativa,
estava sedenta e cheia de expectativa.

Finalmente eu pude fitar você de perto
maravilhosa gata no cio, peito aberto
teu corpo macio, perfeito e escultural,
uma deusa perfumada dourada ao sol.

Estava tu, totalmente à minha disposição
plenamente envolvida, no ato entregue
na tua essência, corpo, alma e coração.
Mas, num repente mudou-se a situação!

Após eu me sentir, por seu amor saciado,
percebi em seguida, que algo estava errado.
Voluvelmente descobri: não mais você eu queria.
Quem eu desejava?  Uma nova busca...principiava.  

Valter Montani
*proibida a reprodução sem autorização
Visite meu blog de cartões:   POETACARDS 
Selos &  Prêmios: GALERIADOPOETA 
Livro Virtual: POESIAS E PENSAMENTOS
fotografias: CLICKSDOPOETA
PS.: mais uma poesia que eu retirei da minha gaveta, estava lá, guardada há quase trinta anos esperando o momento de se manifestar, eis que surge repentina e através da web ganha os quatro cantos do mundo, que seja livre então, Liberta voe ao sabor do vento!

15 comentários:

  1. olá simplesmente encantadora...nos faz sonhar,e viver tudo que o poeta escreve...bjs.

    ResponderExcluir
  2. Valter mais uma vez parabêns.
    Belíssima...

    ResponderExcluir
  3. Valter, pensar que esta poesia tem 30 anos dormindo na sua gaveta...mas seu coração/cérebro não é também uma grande incomensurável gaveta de emoções? Este tema é pura realidade da Vida, a satisfação de um anseio longamente aguardado e o desencanto do cumprido e ultrapassado em prol do novo. Parabéns.

    ResponderExcluir
  4. Valter: realmente, você deita cada balde de água fria na gente!
    Mas...é sempre assim?E há mulher que dê para essa insatisfação toda?
    Beijo
    Lusibero

    ResponderExcluir
  5. Amor de alma, hesseherre e Lusi, obrigado pela visita e comentário, cabe relembrar que este poema tem mais de trinta anos, fazendo as contas encontraram a explicação para o comportamento volúvel, eu era um jovem que ainda não sabia o que queria.

    ResponderExcluir
  6. Gostei do poema, da sua envolvência, do seu erotismo, mas não da mensagem nele inscrita. Uma mulher que se entrega, e um homem que satisfaz um capricho.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderExcluir
  7. Olá ,Meu Amigo Valter.
    Muito linda e envolvente sua poesia
    és realmente um grande poeta.
    Um feliz final de semana bjs.
    Evanir

    ResponderExcluir
  8. Valter!

    Só se conhece o verdadeiro amor após o desejo ser saciado...é ele que vai nos dizer o que realmente valeu a pena!

    Belo,belo poema!

    Um beijo!

    Sonia regina

    ResponderExcluir
  9. Meu querido

    Como sempre os teus poemas são cheios de emoção...um hino à poesia.
    Neste retrataste fielmente as nuances do amor e do desejo.

    Deixo um beijinho com carinho

    ResponderExcluir
  10. Deveríamos ser como borboletas,
    e ter a coragem de enfrentar
    a metamorfose da vida,
    para sermos livres.

    Patty Vicensotti

    Feliz Domingo e uma semana abençoada.
    Beijos de coração prá coração! M@ria

    ResponderExcluir
  11. Poeta Valter
    Saciar um desejo faz parte de uma paixão... Mas o amor de verdade é uma busca intensa onde o coração fala mais alto.
    Gostei da mensagem, pois na vida nem tudo é um mar de rosas,com um final feliz.
    Bjus LU... :)

    ResponderExcluir
  12. Hermoso poema de amor donde los versos nos elevan a un éxtasis y a una búsqueda interminable para lograr esa perfección.-
    Saludos cordiales amigo poeta.-
    Un abrazo:

    Antonio

    ResponderExcluir
  13. Belo poema Valter, como sempre palavras certas e intensas.

    Beejo.

    ResponderExcluir
  14. Poeta Amigo.
    Hoje fiz uma mudança na postagem do meu blog espero que goste.
    Vi que estava faltando alguma coisa
    para ser mais justa com os poetas homenageados.
    Te agradeço por nunca esquecer de mim
    você é um doa meus primeiros seguidores.
    Lindo final de semana beijos no coração.
    Evanir

    ResponderExcluir
  15. Valter,minha vida esteve um pouco complicada,por isso estou em falta com minhas visitas.Imaginei-me encontrando um tesouro guardado há 30 anos,mas que continua atualíssimo,pois o amor,a paixão,a sensualidade,o sabor da pele ainda persistem nas palavras registradas por uma alma jovem,porém sedenta de tudo....Muito lindo! Ah! quisera eu ser poeta.Um grande abraço!

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *