24/02/2011

O Reencontro (amor vampiro)

 
Venha para o meu castelo 
quero te mostrar meu mundo 
somente ali eu te revelarei,
o meu lado mais profundo. 

Foste paixão que a fatalidade
sem dó arrancou de mim 
foi num  passado longínquo, 
nosso destino quis assim.

Por perder-te  meu amor 
praguejei contra o Criador 
amaldiçoado por meu ódio 
vaguei pela terra errante. 

Habitei castelos sombrios 
esgotos fétidos e escuros, 
procurava meu alimento
nos lugares mais obscuros.

Pousei sobre  beirais e muros 
invadi quartos de donzelas 
tomei corpos, suguei sangue 
  e assim, causei dor e  mazelas.

Mas tudo que fiz, foi em vão  
encontrava o pão e o vinho 
mas jamais encontrei tua alma
 e segui solitário pelo caminho.

Desta vez não deixarei,
que o infortúnio te leve 
prefiro uma estaca no peito 
para que meu fim seja breve.

Estás aqui em meus braços 
neste beijo envolvente 
sorverei seu doce néctar
não hesitarei novamente.

Há nesse seu lindo corpo
 uma botella do melhor vinho,
requintado e saboroso
da melhor casta já vista.

Satisfará o meu paladar
revivendo a libido perdida
saciando minha sede secular 
há muito tempo adormecida.

Muitas noites venturosas  
uma após a outra virão,  
pelejas intensas de amor 
plenos de desejo e ardor. 

Reconquistarei o paraíso, 
estando aqui, ao teu dispor 
precisei viver muito tempo    
mas,  te reencontrei....amor!

Valter Montani
conheça meus outros blogs:
Clicksdopoeta: fotografias e afins
Selos & Prêmios : Galeria do Poeta
Poetacards: cartões com pensamentos 

55 comentários:

  1. OLá Poeta Valter!
    Que poesia mais linda!
    Envolvente na medida certa1
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Tatiana

    O texto é baseado no livro de Bram Stoker. Claro que mudei o final para Drácula ficar com sua amada, coisas de poesia.

    ResponderExcluir
  3. Meu querido Poeta

    Um poema lindo...um grito...um lamento,e a esperança de um amor, adorei.

    Beijinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  4. Gosto muito desse lirismo que transcende o lugar comum do fui abandonado e sou um pobre coitado! Ficou excelente, amigo! Adorei!
    Beijos mil!!!!

    ResponderExcluir
  5. Nossos mundos habitados de castelos, sonhos, desejos e sonhos.
    Acho que somos sonhos nessa busca sem fim !

    beijos

    ResponderExcluir
  6. Olá Valter,como sempre seus poemas são o delírio das almas que buscam paixão.Muito lindo e sofredor ao mesmo tempo.Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  7. Olá meu amigo,
    saudades suas!

    Paixões são passageiras,
    Loucuras do coração.
    Ao ocupar nossa vida
    Expulsam nossa razão.
    Mas perdem a validade,
    quando vão deixam saudade,
    Lamento e recordação.
    Um abraço carinhoso,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  8. Olá!
    Olha eu aqui outra vez...rs
    Você escreveu uma poesia baseada em Dracúla, de Bram Stoker. O livro e o filme são ótimos, gosto muito do tema.
    Aliás, Bram Stoker e Anne Rice são excelentes escritores de contos vampíricos.
    Em sua poesia você descreve a paixão, a perda, o sofrimento, a saudade, o reencontro e o amor num estilo gótico.

    Martha Medeiros abordou o tema de uma maneira diferente da sua, e concordo com ela quando escreveu:
    "...Relações vampirescas: o morcegão( incluo a morceguinha também por minha conta...rs) surge
    com uma carinha de fome e cansaço, como se não tivesse dormido a noite toda, e você se oferece para uma conversa, um abraço, uma força.
    Aí ele(ou ela) se revitaliza e bate as asinhas.
    Acontece em São Paulo, Manaus, Recife, Florianópolis, em todo lugar,não só na Transilvânia. E ocorre também entre amigos, entre colegas de trabalho, entre familiares, não só nas relações de amor.
    Doe sangue para hospitais. Dê seu sangue por um projeto de vida, por um sonho.
    Mas não doe para aqueles que sempre, sempre, sempre vão lhe pedir mais e retribuir jamais."


    Valter, já que você também aprecia o tema, eu gostaria de te sugerir a leitura de uma das crônicas vampirescas de Anne Rice, intitulada: Merrick.

    "Não mais existir não é tão doloroso quanto o existir sem ser notado, ou amar sem ser amado, ou perder o que jamais será recuperado."

    * Trecho do poema de autoria de Roger Silva*

    Tenha uma sexta vampiresca!
    Hehe..

    Bjs,
    Anne.

    ResponderExcluir
  9. Ótimo poeta Valter Montani
    Cultivar um amor eterno...mesmo causando dor...ou mesmo fantasiando para saciar a dor desse amor.
    Sonhar e alimentar a paixão desse amor pleno e eterno...
    BJSS LU... ;)

    ResponderExcluir
  10. Valter:

    Lindo poema!
    Uma promessa de Amor eterno...
    Maravilhoso.

    Sou uma grande admiradora
    de seu trabalho como escritor
    e adoro os seus cartões.
    Minha saúde não tem permitido
    visitar como gostaria
    os meus amigos da blogosfera.
    Seu blog é uma referência
    para todos nós blogueiros.
    Um abração.

    ResponderExcluir
  11. Obrigado a todos pela presença e comentários.
    Anne, eu concordo com você em relação aos vampiros mordernos, que sugam a nossa energia e depois de fortalecidos batem as asas.
    Cabe a cada um saber o momento de apoiar alguém ou não. Eu particularmente, consigo perceber o momento de cada coisa. Mas, como todos não sou infalível.
    Este poema em especial é como a maioria dos que escrevo sobre amor, procuro retratar o sentimento em todas as suas possibildiades. apenas isso. saudações poéticas!

    ResponderExcluir
  12. querido amigo, perdoa as minhas ausencias, ando meio louca com meus compromissos profissionais.. mas desde já te aviso que meu próximo post em "Tarde de música" será com um fabuloso poema teu que recebi no meu email. :))
    beijos, bfs também para ti, querido!

    ResponderExcluir
  13. De fato um poema especial. Parabéns poeta. Beijos da Joii.

    ResponderExcluir
  14. Boa tarde, querido amigo poeta.

    É lindo demais!!! Nem encontro palavras...

    BRAVO!!!

    Um grande abraço. Tenha um belo fim de semana, cheio de paz e amor.

    ResponderExcluir
  15. Querido Poeta!
    Esse poema é verdadeiramente Encantador!
    Cheio de romantismo e ternura...!
    Belíssimo do início ao fim.

    Um maravilhoso fim de semana para ti...bjus!

    Suzy

    ResponderExcluir
  16. Acredito que o vampiro seja um dos personagens mais sedutores e atraentes do cinema/literatura.
    E se ele ainda declamar um poema romântico como esse...nossa! Não tem pra ninguém...rs
    Bom final de semana, amigo poeta.
    Bjos ;)

    ResponderExcluir
  17. Ola querido poeta passando pra lhe deseja um otimo final de semana que ele seja repleto de paz muito amo...
    bjos...

    ResponderExcluir
  18. Olá Valter!
    Feliz c/teu comentário e versos q iluminam qualquer blog, venho retribuir e me deparo c/textos intensos... ricos versos, pra variar... rs

    bjo
    =)

    ResponderExcluir
  19. oie, vim retribuir a visita, é sempre uma honra recebe-lo, mais uma vez falo seu blog é lindo, poesias linda, imagens, pra mim seu blog é completo, um dia chego lá,rssssssss. bom fim de semana pra vc tbm tá. vou levar seu selo .bjs

    ResponderExcluir
  20. aqui tem varios selos, não estou sabendo qual levar para o meu blog, se puder me indicar vou gostar. obrigada. bjs

    ResponderExcluir
  21. Hummm, que delícia de poema, me senti a mocinha sendo mordida pelo Vampiro!

    ResponderExcluir
  22. Olá Valter, obrigada pela visita no Destino.
    Gostei de seu blog, e concordo com sua abordagem sobre o amor.
    Para se falar de amor(escrever) tudo é permitido em minha opnião.
    Vampira ou Fada tanto faz, o importante é "sentir" o que estamos lendo.
    Parabéns pelo blog!
    Bjss

    ResponderExcluir
  23. Retribuindo a visita, fico feliz que tenha chegado até o Molhe-se, entre tantos espaços da blogosfera. Parabéns, lindas palavras. Belos posts.

    Beejo,beejo. Seguindo-te.

    ResponderExcluir
  24. Obrigada pela visita e pelas palavras Valter! Um verdadeiro bailado de Poesia nos seus poemas! Onde o amor e a esperança caminham de mãos dadas!

    Muita luz!

    ResponderExcluir
  25. Hoje Valter por coincidência em outro blog, comentei um post também sobre os adoráveis vampiros. Esse seu poema inspirado em Drácula de Bram Stocker nos fala como os vários gêneros da arte através do século XX e com certeza através do século XXI o fará, sobre esses seres maravilhosos e atemporais que são os nosferatus, os vampiros!Eu acredito que um vampiro diferente do que certos autores escrevem, não é um ser sem alma. Muito ao contrário. Eu acho que um vampiro é como "Anne Ricce" nos mostra em suas "Crônicas Vampirescas", eles são seres que vivem arduamente lutando para não perder as suas almas. Abraços literários

    ResponderExcluir
  26. Oi Valter,
    bonito poema amigo.
    Teu cantinho também está muito bonito.

    Beijo.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  27. Olá, amigo poeta!
    Já li o livro e vi o filme de Bram Stoker...
    Seu poema retrata toda a sensibilidade e romantismo da história.
    Bom fim de semana.
    °º♫ Beijinhos ღ°º
    ♥°º
    .•♥¸.•´•

    ResponderExcluir
  28. Qualquer tipo de amor vale a pena,pois só assim aprimoramos a beleza de amar e nos encontramos dentro desse sentimento ainda sem definição. Cada um tem seu momento dependendo do que tem que agregar,amor e ódio estão do mesmo lado do cérebro,por isso andam juntos. Amei seu poema forte e envolvente. Parabéns! Montão de bjs e abraços

    ResponderExcluir
  29. Tortuoso este caminho, até o reencontro do amor, mas muito belo o desenvolver do teu poema.

    Com sempre escreves beleza e amor.

    Bom ler-te

    Bom domingo

    Bjgrande do Lago

    ResponderExcluir
  30. Meu Deus!
    Quanta procura...
    Que busca louca,
    que doçura de amor.
    Passei aqui pra deixar-lhe uma flor.
    Com carinho
    ROSA de Fátima

    ResponderExcluir
  31. HOLA VALTER!!
    MARAVILLOSA POESÍA, TE FELICITO!!
    QUÉ BUENOS CAMBIOS LE HAS DADO A TU BLOG...

    FELIZ DOMINGO PARA TI Y LOS TUYOS.

    UN BESO!!

    PATRY

    ResponderExcluir
  32. Ohhhhhhhh!!! Meu querido amigo desta vez vc pulou o muro da sensualidade e do prazer. O amor ele é lindo e deve ser vivido com todos os defeitos e honras.

    Beijos meu querido e tenha sim uma semana de luz.

    A ti ofereço este poena de hoje.

    ResponderExcluir
  33. Estou duplamente feliz:
    com a presença sempre carinhora de vocês e com o retorno gradual de minha inspiração.
    Como vocês sabem gosto de retratar o amor nas suas mais variadas formas.
    O amor vampiro é uma das minhas favoritas temáticas.
    Sexta-feira potarei outra inédita espero que gostem, boa semana a todos!

    ResponderExcluir
  34. querido, tem carinho p'ra você no meu blog de hoje.


    este seu amor vampiro está fabuloso!!!
    a tua pagina renovada está fantástica!!!
    sei como é terrível precisar escrever e não conseguir, por isso fico feliz por ter finalmente conseguido.. :)
    tua música de fundo é linda, adorei recordar :)))

    beijos, Amigo Poeta!
    Obrigada pelo teu carinho lá nos meus cantos :))

    ResponderExcluir
  35. Hola nuevo amigo, gracias por visitarme y seguirme, acá me tienes fielmente ... muy bueno tu estilo... ZULYVILLA

    ResponderExcluir
  36. Que bom que gostou do Molhe-se. Sempre bem-vindo. Tenha uma bela semana Valter. Beejo, beejo. =)

    ResponderExcluir
  37. Nada como uma poesia pra alegrar a alma...Gostei daki sempre q tiver tempo pq agora ta tudo mto corrido passo aki...Bjo e Obrigado por m seguir seja sempre mto bem vindo...

    ResponderExcluir
  38. Fica-se sem folego em todo o poema. Vc não nos deixa respirar.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  39. Mundo intenso esse da sedução em palavras feitas carne e mente dos sentidos poesia...
    ... compactuo desse intenso sentir poetado...

    http://musarenascentista.blogspotcom/

    Bela sua poesia!

    ana barbara

    ResponderExcluir
  40. Meu amigo mais que querido. Quando penso em desistir de delirar, vem vcê e me diz que gosta do meu poetar... a rima foi sem querer tá.
    Quanto ao teu poema , hoje lendo-te entendi porque falas tão lindamente de amor e entende tão bem a alma feminina, é que com certeza teus caminhos percorridos de longa data até aqui te permitiram as mais diferentes e nobres experiências no que se refere a sentimento, a dois... Muita luta, desencontros , solidão, mais acima de tudo muito amor mesmo!
    Feliz semana e obrigada sempe pelo carinho.

    ResponderExcluir
  41. Tudo lindo aqui...adorei a música também...
    Fiquei muito feliz com sua companhia lá no meu recanto...estarei por perto...beijo
    Valéria

    ResponderExcluir
  42. Oiii passei pra te falar assim,que a amizade é mais que uma palavra, é construida dia a dia. Ter um amigo é ter um encontro com um sorriso,você é especial pr mim e o Sonhos De Deus. Uma linda semana com toda a sorte de benção!!!

    ResponderExcluir
  43. SER MULHER

    Ah, ser mulher!

    Ser mulher é ver o mundo com doçura,
    É admirar a beleza da vida com romantismo.
    É desejar o indesejável.
    É buscar o impossível.

    O poder de uma mulher está em seu instinto
    Porque a mulher tem o dom de ter um filho,
    E cuidar de vários outros filhos que não são seus.

    Ah, as mulheres!
    Ainda que sensíveis
    Mulheres conseguem ser extremamente fortes
    Mesmo quando todos pensam que não há mais forças.

    Mulheres cuidam de feridas e feridos
    E sabem que um beijo e um abraço
    Podem salvar uma vida,
    Ou curar um coração partido.

    Mulheres são vaidosas,
    Mas não deixam que suas vaidades
    Suplantem seus ideais.

    Muitas mulheres mudaram o rumo
    E a história da humanidade
    Transformando o mundo
    Em um lugar melhor.

    A mulher tem a graça de tornar a vida alegre e colorida,
    E ela pode fazer tudo isto quantas vezes quiser
    Ser mulher é gostar de ser mulher
    E ser indiscutivelmente feliz
    E orgulhosa por isso.

    - Brunna Paese -

    ResponderExcluir
  44. Voltando para apreciar e me encantar com as suas palavras... Gostei da adaptação que você fez do livro... Sinal que o seu coração romântico falou mais alto!
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  45. Eu fui para conhecê-lo e eu fique, obrigado por toda a parte que nós ...

    Parabéns, beijo

    ResponderExcluir
  46. Novamente aconchegando seus versos em meu coração...Beijos meu querido, linda música!

    ResponderExcluir
  47. Quando me beijas, na noite escura e chuvosa, sou toda tua, nua, lua, pura.-
    (especial a ti, amigo poeta valter-milena medeiros-02/03/2011-16:20h)

    ResponderExcluir
  48. Oi Valter não sei se vc já foi indicado para o MEME LITERÁRIO?Te indiquei tá..caso já tenha feito me diz para eu passar p outro blog..Vê lá como é..
    beijinho

    ResponderExcluir
  49. Não sei se as coisas são em vão...


    http://vemcaluisa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  50. Obrigado a todos pela presença e comentários:
    Vanessa:
    É a opinião do vampiro "tudo o que fiz foi em vão" até então reencontrar a sua amada.
    Também acredito que nada é em vão, tudo tem um significado. saudações!

    ResponderExcluir
  51. O Que seria um amor vampiro??? Fiquei tao instigada a pensar a respeito com essa poesia que não consegui me decidir. ja que expressou tao bem com suas palavras. Parabens Poeta!!! E que sua inspiração continue sempre!!!

    ResponderExcluir
  52. Muito bom tema, não tinha lido nenhuma poesia sobre isso ainda! Esse assunto me fascina. Bom carnaval Poeta!

    ResponderExcluir
  53. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  54. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *