17/09/2010

Cavalo Selvagem

imagem obtida: Blog Zanza Melgaço

Cavalo Selvagem

Cavalo selvagem que pelos campos vive livre a trotar
correndo pelas matas verdes atravessa vales e rios
sem destino certo, detentor da liberdade que causa inveja,
corta o vento num eterno galopar sem ter lugar de parada
faz o teto da sua morada o céu aberto.



No mundo selvagem não existe interesses pessoais sobre o próximo
e sim o instinto animal que não tem regras preestabelecidas
entre eles não há corrupção e mentiras apenas atitudes sinceras
com os animais não se conhece a hipocrisia que entre nós impera.


Por que a liberdade é tão perseguida se fazemos das nossas vidas prisão
nos amarrando a coisas banais e sem sentido, escravos da paixão. 

Poderíamos ser como os animais selvagens sem destino e parada
nada nos domaria nem sequer nos obrigaria a uma vida escravizada.

Quem me dera ser eu um animal e viver solto pelo mundo
e como um cavalo selvagem estar livre pelos campos
a correr, viver em harmonia com a natureza
sem interesse próprio e falsidade ter espírito leve
sem ganância apenas no peito o desejo de liberdade.


©Valter Montani 

PS.: Este texto estava em meu blog há muito tempo, como eu notei que muitas pessoas acessaram e o republicaram em outros blogs e perfis pessoais de sites de relacionamento,  prestei mais atenção no que eu havia escrito e notei que cometi um erro: (onde se lia extinto animal  o correto é instinto animal) A publicação de hoje faz a devida correção.  Agradeço aos amigos(as) que divulgaram e  peço que na medida do possível alterem em seus espaços.  

20 comentários:

  1. Sabe que eu também gostaria de ter essa liberdade!
    Adorei o poema Valter!

    Tenha um final de semana maravilhoso!

    Um beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  2. FORMIDÁVEL POETA! PARABÉNS! Abraço, Mel

    ResponderExcluir
  3. ¡Muy bellos versos! ¡Quien pudiera tener la libertad de ese caballo salvaje! Un abrazo.

    ResponderExcluir
  4. Que lindo texto, na minha próxima encarnação, vou entrar na fila dos pássaros, dos cavalos.

    BeijooO*

    ResponderExcluir
  5. Eu vou entrar na fila com a Valeria, Valter.
    Lindo texto!

    Ah...amor para os diabéticos, Podeee ...rsrs
    Beijoss e um lindo final de semana

    ResponderExcluir
  6. ola Valter amigo belas palavras deixadas no meu blog obrigada
    sabe que você tem razão?
    acho que as vezes também gostaria de ser livre selvagem andar solta por ai sem regras a cumprir sem horas para dormir
    apenas viver o maximo
    e tirar partido de toda a liberdade
    quanto a nossa regra como humanos hum essa é a mais dificel porque a regras para tudo
    a falsidade?
    acho que é um caso comum nos mortais
    que é uma pena
    sabe que tenho dificuldades em me relacionar com pessoas reais na vida?
    porque já sofri tanta desilusão que prefiro estar quieta no meu campo
    sabe Valter seja livre corra neste mundo selvagem e liberte estes sonhos
    beijos de quem te admira bom fim de semana

    ResponderExcluir
  7. liberdade é algo que me falta ultimamente. :/
    tá lindo mesmo assim.

    ResponderExcluir
  8. Cavalo Selvagem, foi um grito de liberdade que eu traduzi em palavras na época da inspiração. Nem me preocupei com vígulas, ponto final etc., apenas escrevi como se fosse um cavalo correndo sem parar e quando postei no blog nem esperava que tivesse alguma repercussão. Como eu notei que várias pessoas gostaram do texto e começaram a ecoar por ai, vejam só, que somente assim, ao ler com mais atenção fui entender o que eu tinha feito. Como é interessante isso. saudações poéticas e bom fim de semana a todos!

    ResponderExcluir
  9. Acho que sempre teremos que aprender observando e até reproduzindo alguns comportamentos dos animais.
    Às vezes, com mais frequência do que gostaria, fico em dúvida sobre a racionalidade do homem e a irracionalidade dos animais.
    Um belo texto, meu amigo, que ecoa na alma e dá vontade de sair pela vida, livre das certas amarras da sociedade que tantas mazelas nos causam.
    Beijokas.

    ResponderExcluir
  10. Boa noite querido Valter.
    Tinha de vir , deixar um beijinho.
    E ler esse belo poema.
    como sempre poeta é maravilhoso O brilho que a beleza reflete nas palavras, entendimentos...

    Beijinho.
    Fernanda.

    ResponderExcluir
  11. Praticamente acabamos de chegar, mas deixo meu carinho e um beijo cheio de saudade.

    Noite de luz, querido amigo.

    Rebeca

    -

    ResponderExcluir
  12. Vim deixar um Abraço para Você

    Abraços significam amor para alguém com quem realmente nos importamos.....
    para nossos avós ou nossos vizinhos, ou até mesmo para um ursinho amigo......

    Um abraço é algo espantoso... é a forma perfeita de mostrar
    o amor que sentimos, mas que palavras não podem dizer.

    É engraçado como um simples abraço faz-nos sentir bem...
    em qualquer lugar ou língua...
    É sempre compreendido...
    E abraços não precisam de equipamentos, pilhas ou baterias especiais...
    É só abrir os braços e o coração...

    Guarde este abraço !

    (desconheço autoria).

    Bom fim de semana.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  13. Valter! Que surpresa boa te ver no meu blog novamente...
    Um ótimo domingo pra ti!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  14. ...cavalos sempre exerceram
    em mim um grande fascínio,
    e é engraçado que não consigo
    vê-los selvagens nem em
    poemas...rss

    bj, querido!

    ResponderExcluir
  15. Ah Valter, é claro que "selvagem" é uma força de expressão...
    É um querer ser livre, e respeitado como tal.
    Eu me sinto um pouco selvagem sim, e não mato uma mosca, sim a enxoto..rs
    Adorei teu post!
    Esse poema é lindo!
    Obrigada pelo carinho no meu cantinho.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  16. Sim, minha gente, o "ser humano" é muito mais selvagem que qualquer aninal, basta assistir qualquer noticiário ou ler jornais que ficará tudo clarificado.
    É isso que eu tento passar neste texto. bom domingo a todos!

    ResponderExcluir
  17. HERMOSO!!
    La tan ansiada libertad, de poder trotar sin detenerte a pensar.
    Saludos!
    Evelyn

    ResponderExcluir
  18. escreva mais caro amigo!

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *