09/03/2010

Volta por cima (nunca desista)

Era uma vez eu solitário,
tendo a chuva como alcoviteira
sob olhares inertes de candelabros,
empunhava minha caneta companheira.

O som da música suave ao fundo
abrandava a amargura em meu coração,
os pingos descompassados da chuva
se confundiam com a canção.

Através das cortinas de plásticos
se formavam imagens distorcidas,
como aquelas que se passavam,
naquele momento da minha vida.

Não pensava ser um derrotado....
era um guerreiro! não mero perdedor
sabia, que a vida não é só conquistas...
também nos reservaria muita dor.

Quem pena, sempre terá sua recompensa
eu jamais subestimei aquele que padece,
pois, nada acontece somente ao acaso...
em geral, é sempre aquilo que se merece.

Portanto, se eu sofria não importava
com paciência conservei-me um lutador
o derrotado numa determinada batalha,
pode ser em outras o grande vencedor.

Nunca interrompi minha caminhada
por mais espinhos que me arranhassem,
e jamais eu abaixei a minha cabeça
para aqueles que em vão me feriram.

Seguirei pela vida sem medo de nada
nada de mal que me façam me atingirá,
aquele que sabe o que realmente quer,
está para o que vier e jamais sobrestará.

© Valter Montani

PS. este escrito é antigo, eu mudei o tempo verbal, alterei algumas coisas e ai está, espero que gostem e que sirva para alguém que sofre. Na vida, tirando o motorista e o cobrador o resto é passageiro.
Ninguém pode lhe fazer sofrer se você não deixar ou não querer. saudações!

10 comentários:

  1. Meu querido Poeta
    Muito lindo seu poema, adorei.

    beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  2. Muito bem! Gostei da maneira como vc vê a vida. tbm acho que não devemos lamentar os nossos sofrimentos, mas não acho que os meceremos sempre, apenas que vêm para que aprendamos com eles.
    Um beijo de bom dia Guerreiro querido!

    ResponderExcluir
  3. Veja bem Felina,

    Quando eu digo que merecemos é porque eu sempre acreditei que 80% dos problemas somos nós que causamos conscientemente ou não. Não entro no mérito do sofrimento alheio, apenas me baseio no que sofri naquela época e o que provocou. bjs e obrigado.

    ResponderExcluir
  4. Montani

    Agradeço ter-se adicionado ao meu blog como seguidor. Ao menos tomei conhecimento da existência do(s) seu(s). Já sou seguidora tb.
    Pelo que constatei, ao navegar nos seus blogs, você tem um apreço especial pelas mulheres e isso transparece em todos os seus escritos. Você é um homem apaixonado pela mulher e lhe presta homenagem na sua poesia.
    Continue sempre
    Abraço

    ResponderExcluir
  5. Ok, vc deve saber a que se refere, e que bom que aceitou e se tornou melhor por isso.


    Um beijo anjo meu.

    ResponderExcluir
  6. Olá poeta querido,
    Vim ler a sua homenagem as mulheres, sua maior inspiração, e escolhi a minha, agradecida.
    Quanto ao seu poema atual e forma de ver a vida(com seu olhar), achei louvável!
    Pensei estar lendo minhas memórias, quanto a ação e reação!
    Só tenho a lhe agradecer Valter.Vejo que conservei-me guerreira de cabeça erguida sempre, mas mergulhada em minha eterna inocência, sem perceber que era ela e Deus, meu escudo dourado.
    Feliz e em paz com o mundo, continuo minha caminhada terrena, lendo em suas letras benditas, meu espelho seguido, e meus(nãos, até sofridos), mas necessários, sem arrependimento algum.E acreditando que minha vida, é luz por onde passo?, hoje, humildemente e até corada, aceito os elogios(reais)á mim, impultados.(Seguir em frente mais sábios é nosso dever.Quem olha para o ontem, nem percebe que esse instânte, já é passado e assim é, sucessivamente.)
    Um beijo em sua alma de poeta, Valter.
    sua fã Célia.
    Felicidades em sua vida meu amigo.

    ResponderExcluir
  7. Olá Valter,
    É sempre gratificante passar por aqui saborear suas criações e matutar em cada mensagem contida nos poemas.
    Um abraço carinhoso,
    Dalinha

    ResponderExcluir
  8. A vida não é feita só de sonhos e maravilhas. Nós, os poetas, que o digamos. Compartilhar nossa dor através da poesia é uma dádiva, um dom. Adorei, amigo poeta. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Valter,adorei ler essa poesia,é sempre bom está aqui no seu blog iluminado.Estou num momento...de dar volta por cima,sou uma mulher GUERREIRA,e tenho a certeza,que dias,anos melhores virão...Valter,esta poesia...é o que estou vivenciando,com determinação,coragem e amor no meu coração.
    Por isso é sempre bom ler algo que estimula,e ter a certeza que está agindo como se deve agir e nunca esmorecer,obrigada adorei,e como é bom está aqui no seus blogs,minhas madrugadas solitárias...com essas músicalidades..tudo de bom!!!beijinhos no seu coraçãozinho,da sempre sua fã,Carmencita.

    ResponderExcluir
  10. Seguirei pela vida sem medo de nada
    nada de mal que me façam me atingirá,
    aquele que sabe o que realmente quer,
    está para o que vier e jamais sobrestará.

    © Valter Montani (ADOREI,,É ASSIM QUE ESTOU AGINDO...SUGANDO EM MIM,TODA FORÇA QUE HÁ NO MEU ÂMAGO!SURGINDO A MULHER GUERREIRA QUE SOU!BEIJINHOS.)
    SEMPRE SUA FÃ,CARMENCITA VESPER.

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *