05/02/2010

Não se engane (saindo da gaveta)



NÃO SE ENGANE

Não se iluda com meus carinhos
pois, eles são habituais,
nem com minha fala mansa e sorriso
que são meus predicados naturais.
Não espere tudo com facilidade
posso proporcionar momentos felizes,
mas, talvez nunca a felicidade.
Das minhas mãos obterás carícias
em meu corpo encontrarás o calor
da minha boca muitos beijos ardentes
talvez, nenhuma perspectiva de amor.
Porém, de uma coisa pode ter certeza:
Falsidade em mim jamais encontrarás
embora nunca  diga que eu te amo
mentiras... de minha boca não ouvirás.

VALTER MONTANI
PS.: Outro texto que estava engavetado, aos poucos irei publicando.
Trata-se de um poema escrito numa época em que eu tinha outra mentalidade, não havia em mim compromisso com nada, nem comigo mesmo, o que diria em relação outra pessoa. Um tempo em que eu almejava morar na chapada dos guimarães, sozinho, isolado do mundo. Muita coisa aconteceu depois deste escrito, cursei faculdade, conheci novas pessoas, idéias e aos poucos me tornei o que sou hoje, não sei se melhor ou pior, mas é o que sou, isso é que importa. Uma coisa eu mantive: o compromisso com a verdade.
saudações a todos!

20 comentários:

  1. Fortes palavras...como a verdade é.
    Lindo! Vou acompanhar o "abrir gavetas" que promete...rs

    Bom fds, muita inspiração!
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Obrigado Denise,

    Apareça sempre, em breve postarei outras.

    ResponderExcluir
  3. PARABÉNS, Valter! Belo poema! Ab Mel

    ResponderExcluir
  4. Meu querido Poeta
    Lindos sentimentos...verdadeiros, cantados num lindo poema.

    Beijinhos
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  5. É isso aí! Saí da gaveta com sinceridade. Adorei, Poeta!!! 10 sempre!
    Bom dia sempre!
    Beijosss
    Renata

    ResponderExcluir
  6. Oi Valter,
    A verdade às vezes machuca, mas são por meio delas que aprendemos a respeitar quem as dizem. Parabéns por nunca deixar de ser verdadeiro mesmo quando jovem e se não tivéssemos feito o que fizemos, que juventude teríamos vivido? A vida é para ser vivida mesmo!!!Um grande abraço e parabéns por abrir seu coração verdadeiramente!

    ResponderExcluir
  7. Que delicia!!!

    Lindo e sincero poeta!

    beijinhos pra ti.

    ResponderExcluir
  8. Oi Valter,
    Que música linda de fundo, comecei a dançar na cadeira, rssss!!! Um abraço!

    ResponderExcluir
  9. Hoje eu não sei dizer.
    Só sei sentir..
    Há dias em que palavras
    não são capazes de traduzir
    o sentimento.Bom mesmo
    é ser compreendido
    mesmo quando não sabemos
    dizer...Amar é uma forma
    de crêr em silêncio!

    Bom Domingo! Beijos na alma!

    ResponderExcluir
  10. LINDO!!!Parabéns...Um poema forte, carregado de emoção.O tempo passa,os pensamentos mudam,mais os valores estes tem q continuar...É isso q te faz ser com é...VERDADEIRO!

    Então quase fomos vizinhos(chapada dos guimarães)rsrs o Mato Grosso tem seus encantos,a paz e a beleza reinam nesse lugar...Me sinto abençoada por estar aqui.

    Bjinhos...

    ResponderExcluir
  11. Essa gaveta tem nos rendido verdadeiras preciosidades...
    Mais um delicioso texto!
    Sou avessa à mentiras, prefiro sempre a realidade nua e crua, por mais dura que seja!!
    ... Que o diga o nome escolhido para o meu Blog! rs
    Bj, poeta!

    Helô

    ResponderExcluir
  12. Nossa... que bonito!
    Bonito e profundo, o seu escrito.
    Parabéns!
    Voltarei aqui para lê-lo.
    Bom carnaval!
    Uma porção de confetes multicoloridos para você.
    Com carinho da
    Fátima Colombina Serpentina
    Integrante do bloco dos "escrevinhadores"

    ResponderExcluir
  13. Quando voltamos a olhar o passado ss vezes descobrimos como mudamos.

    É a vida

    Abraço

    ResponderExcluir
  14. Valter, muito sincero seu poema, e por verdades doerem tanto, as vezes adiamos em ouví-las, quando na verdade, as ouvindo de fato, podemos decidir muitos rumos a seguir, e atitudes tomar, sem se iludir.
    Gosto da verdade doe a quem doer, mas as digo com amor.
    Um beijo poético.
    Sua eterna fã.

    ResponderExcluir
  15. Sinceramente, nessa época aí vc até podia não ser bom em alguma coisa, mas nunca com as palavras. E, sentimentos mudam versatilmennte com nosso humor até que tenhamos equilíbrio,,, o que demora um pouquinho pra chegar. Mas chegou. Você pra mim é muitíssimo especial.
    "Existem pessoas e pessoas
    Algumas delas, DEUS esbarra a ponta do dedo indicador...
    É mister que tenha ocorrido isso contigo
    Poeta de amor
    Contem a poesia nas entranhas
    tuas palavras transpiram
    tu exalas o perfume das flores
    tem alma feminina
    Enfim, es um home encantador.
    Queria falar de ti como mereces.
    Ah! Quando sair o livro ai,faço questão de um, me avisa ok.

    ResponderExcluir
  16. Esta tua gaveta é mágica e cabe um mundo.
    Tenho uma pequena caixa, mas, ao abri-la,um mar de todos sentidos e emoções dançam e brincam de amar e viver.
    Como encantamento onde a vela é acesa.
    E libéluas, borboletas cintilantes, besouros, mil balões e bolhas arco-íris e lamparinas de papel e seda e pétalas macias, me dançam, rodopiando todo o ser
    E vivem, vivem-se.
    E amam, amam-se, em luz e cor.
    Maravilhoso seu blog e que musicalidade...

    Carinhosamente
    Claudinha

    ResponderExcluir
  17. Adorei...
    Parabéns.
    Vou te seguir, adoro poesias S2

    ResponderExcluir
  18. Valter,estou aqui mais presente como nunca,cada vez mais encantada com abrir da sua gaveta...nossa isso é BAU DE EMOÇÃO...DE ENCANTO...DE GRATIDÃO,por tudo que você escreve divinamente...acompanhada por um fundo musiacal...nossa..so tenho que agradecer,por esse momento inesquecível na minha vida!Besos da sua sempre fã,Carmencita Vesper

    ResponderExcluir
  19. Poeta Valter

    Bastante forte e sincero seu poema,
    as palavras tem seu poder, e quando verdadeira mais ainda...
    Ser verdadeiro não é p/ todos, são p/ aqueles que tem coragem de enfrentar o bem e o mal e seus próprios conflitos de cabeça erguida, para tudo e todos...

    BJSS LU... :)

    ResponderExcluir
  20. Valter relendo essa poesia,senti que a verdade se faz necessária,mas como doi,doi tanto que meus olhos encheram de lágrimas...
    Parabêns,por você ser assim íntegro,verdadeiro.

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

fale@comigo

Minha foto

Sou um Poeta que outrora oculto, graças ao incentivo de amigos vem publicando seus escritos através dos Blogues: "Valter Poeta" e "poeta Cards", os quais tenho a honra de convidar-lhe a conhecer.

http://valterpoeta.blogspot.com/
http://poetacards.blogspot.com/
http://clickdopoeta.blogspot.com/
http://bloglivrovalterpoeta.blogspot.com/

Valter Montani, Casado, Economista, Auditor de Meio Ambiente pela   Fundação Vanzolini,   Especializado em    Qualidade pelo PECE-Escola Politécnica da USP.
ATENÇÃO: 
 ALGUMAS IMAGENS UTILIZADAS NOS MEUS BLOGUES SÃO ORIUNDAS DA NET, SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS. 
QUALQUER PROBLEMA FAVOR ENTRAR EM CONTATO. MEUS BLOGUES NÃO VISAM NENHUM TIPO DE LUCRO FINANCEIRO, FORAM CRIADOS APENAS PARA DIVULGAR MINHAS POESIAS, PENSAMENTOS E FOTOGRAFIAS.

SAUDAÇÕES!

Valter Montani

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *