02/02/2009

O Fantasma da Ópera

O Fantasma da Ópera

De repente finda-se o espetáculo
O ultimo ato de um enredo contraditor,
Nós protagonistas dessa bela encenação
Destruindo os ilusórios sonhos de amor.

Representamos nossos papéis muito bem
Fomos dignos até de receber um Oscar,
Eu que sempre em tudo aquilo acreditei
Todas minhas fichas fui capaz de apostar.

E os críticos e invejosos da companhia
Passaram o tempo todo a nos alcofar,
Fingiam que nossa atuação aclamavam
Mas na coxia divertiam-se a zombetear.

Hoje não desejo esse mesmo enredo
Numa nova montagem protagonizar,
Pois, sei bem que no passado não vingou
Com certeza, novamente irá naufragar.

Prefiro vagar pelos bastidores dos teatros
Seguindo o monólogo do meu destino,
Ser mais um fantasma duma ópera amaldiçoada
E não mais atuar na sua ficção fracassada.

© Valter Montani

Baseado na obra da Poetisa Carioca: Serena Flor
SONETO DO AMOR PERDIDO
clique no link acima para ver
Adicionar artigo ao blinklist Adicionar aos Favoritos BlogBlogs Adicionar artigo ao Del.icio.us Adicionar artigo ao Digg! Adicionar artigo ao DiHitt Adicionar artigo ao Eu Curti Adicionar artigo ao Furl Adicionar esta noticia no Linkk Adicionar artigo ao Rec6 Adicionar artigo ao reddit Adicionar artigo ao Slashdot Adicionar site ao Stumble Adicionar aos Favoritos Technorati Sabedorize esta not¿ia no WebSapiens
Quer ter estes botões no seu site? Acesse

4 comentários:

  1. Ah...o Fantasma! Amado, querido, idolatrado, salve-salve assim como Hamlet!

    Adorei o post...

    Valter, depois passa no meu blog e deixa sua opiniao sobre o que eu estou dizendo sobre a casa das rosas, imagino que voce adore aquele lugar tao incrivel..

    Otima semana pra ti.

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Verdade!
    Alguns caminhos, alguns erredos já não querempos mais trilhar...participar. Conhecemos o final. A vida ensina!
    beijo grande
    ..........Cris Animal

    ResponderExcluir
  3. Ficou maravilhoso meu amigo!
    Não falei que estava perfeito? Ficou lindo aqui no blog e obrigada pelo prestígio que me deu...rsrs
    Beijos e mais beijos meu lindo e ótima semana pra você.

    ResponderExcluir
  4. Serena,

    Não é prestígio e sim reconhecimento do excelente trabalho que você faz.
    Eu havia gostado da sua postagem e resolvi criar algo sobre o assunto, como eu gosto do "Fantasma da Ópera" fiz uma ligação entre o fim da relação com o fim de uma peça teatral,tirando o "Oscar" o resto é tudo encenação. bjs

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

fale@comigo

Minha foto

Sou um Poeta que outrora oculto, graças ao incentivo de amigos vem publicando seus escritos através dos Blogues: "Valter Poeta" e "poeta Cards", os quais tenho a honra de convidar-lhe a conhecer.

http://valterpoeta.blogspot.com/
http://poetacards.blogspot.com/
http://clickdopoeta.blogspot.com/
http://bloglivrovalterpoeta.blogspot.com/

Valter Montani, Casado, Economista, Auditor de Meio Ambiente pela   Fundação Vanzolini,   Especializado em    Qualidade pelo PECE-Escola Politécnica da USP.
ATENÇÃO: 
 ALGUMAS IMAGENS UTILIZADAS NOS MEUS BLOGUES SÃO ORIUNDAS DA NET, SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS. 
QUALQUER PROBLEMA FAVOR ENTRAR EM CONTATO. MEUS BLOGUES NÃO VISAM NENHUM TIPO DE LUCRO FINANCEIRO, FORAM CRIADOS APENAS PARA DIVULGAR MINHAS POESIAS, PENSAMENTOS E FOTOGRAFIAS.

SAUDAÇÕES!

Valter Montani

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *