23/01/2008

METRÓPOLE

METRÓPOLE

(Valter Montani)

Sob os arranha-céus da cidade
observo, inerte, toda barbaridade
vejo os mendigos vagando pela praça central
implorando-nos um auxílio banal

Crianças desnutridas e abandonadas
cheirando cola pelas calçadas;
e o descaso nos impõe sua sina
com a violência explodindo em cada esquina

Vejo o dia a dia do pobre trabalhador
explorado em troca de migalhas
derramando até a última gota de suor
ludibriado pelo patrão usurpador

Sinto a esperança de um povo
se esvair, ano após ano, em dor
sem saber em quem poder confiar
por culpa do político enganador

Vejo doentes e aposentados
à mercê de todo mal
Esperando uma providência
da previdência social

Um novo escândalo explode a cada dia
ao vivo, pelo rádio e televisão
somos tolas testemunhas caladas
de todas as formas sujas de corrupção

Os professores honestos
já não podem mais lecionar
pois o salário pago pelo governo
não os pode sustentar

Parece interessante ao governante
que nossas crianças nada aprendam
pois um povo mal instruído
e fácil de ser enganado e corrompido

Olhando este panorama tão deplorável
é difícil bancar o inocente
pois, agindo dessa maneira,
serei mais um mero conivente

Até quando sucumbiremos aos enganos
olhando este quadro desumano
sentindo esta total ausência de amor
inertes e alheios a estes gritos de dor?

©Valter Montani . Todos os direitos reservados
revisão de texto: Regina Azevedo


music player
I made this music player at MyFlashFetish.com.

3 comentários:

  1. Graças á Deus e a ti, consegui visitar teu Blog.Belo trabalho,muito lindo e verdadeiro o que escreveste pena que, seja um tema tão triste.Enfim esta é a realidade do nosso país.Parabéns mesmo.Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Valter,krido poeta,tdo q vc escreveu é mto verdadeiro...como sempre vc c superou,vc descreve nossa realidade,realidade d um povo q precisa mto mais.. Parabéns grande poeta..
    bjinhos com admiração e karinho..

    ResponderExcluir

Olá Visitante, Amigo & Parceiro

Obrigado por sua visita, se puder deixe seu comentário será muito importante para que eu saiba qual a sua opinião sobre o meu trabalho.

Deixe aqui também suas sugestões e criticas quando quiser

PS.:EU ACEITO CORREÇÕES ORTOGRÁFICAS E AGRADEÇO

Valter Montani

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Clique aqui e leia:

Clique aqui e leia:
Florbela Espanca

Dicas & Afins:

fale@comigo

Minha foto

Sou um Poeta que outrora oculto, graças ao incentivo de amigos vem publicando seus escritos através dos Blogues: "Valter Poeta" e "poeta Cards", os quais tenho a honra de convidar-lhe a conhecer.

http://valterpoeta.blogspot.com/
http://poetacards.blogspot.com/
http://clickdopoeta.blogspot.com/
http://bloglivrovalterpoeta.blogspot.com/

Valter Montani, Casado, Economista, Auditor de Meio Ambiente pela   Fundação Vanzolini,   Especializado em    Qualidade pelo PECE-Escola Politécnica da USP.
ATENÇÃO: 
 ALGUMAS IMAGENS UTILIZADAS NOS MEUS BLOGUES SÃO ORIUNDAS DA NET, SEM OS DEVIDOS CRÉDITOS. 
QUALQUER PROBLEMA FAVOR ENTRAR EM CONTATO. MEUS BLOGUES NÃO VISAM NENHUM TIPO DE LUCRO FINANCEIRO, FORAM CRIADOS APENAS PARA DIVULGAR MINHAS POESIAS, PENSAMENTOS E FOTOGRAFIAS.

SAUDAÇÕES!

Valter Montani

Mais informações:

Este Blog foi criado para divulgar minhas poesias e fotografias e fazer novas amizades. Claro que cultivando sempre as amizades que venho criando no decorrer dos anos. Sou um Poeta que foi "de gaveta" se tornando conhecido graças a Internet e aos amigos que me incentivam e divulgam sempre. A Poesia inicialmente serviu para que eu quebrasse o muro que me separava das demais pessoas, barreira que eu mesmo criei pela postura rebelde e radical. Cada escrito é como se fosse um filho, portanto cuide bem deles e não esqueça sempre de mencionar o nome do pai. Valter Montani Algumas imagens que eu estou utilizando foram encontradas na Internet sem os devidos créditos, qualquer dúvida ou reclamação de autoria peço a gentileza de entrar em contato comigo através do e-mail. Valter Montani "In perpetuum Omnia sunt bominum tenui pendentia filo Peractis peragendis, ermitte divis cetera Post nubilas Phoebus Omnia vincit amor et nos cedamus amori Per omnia saecula saeculorum." da amiga Karla Julia

Sociedade Amigos do Poeta

Sociedade Amigos do Poeta
GRATIDÃO! A galera que me incentivou e então, começou tudo: Chris, Tata, Cristiano, Andre, Eduardo, Christian, Rossi e eu(agachado), clique: Professora Regina Azevedo-MBA de Gestão das Tecnologias da Qualidade - Escola Politécnica da USP

SAL - Serviço de Atendimento ao Leitor

Nome

E-mail *

Mensagem *