21/08/2012

Céu ou inferno

Observo suas formas gentis
e me arrepio ao te ouvir falar.
És aquilo que eu sempre quis,
 castelo que hei de conquistar.

Seu corpo é arte a enfeitiçar

como se eu fosse demente,
seus movimentos a instigar
minha ambição faz crescente.

Sou apenas mais um cavaleiro

errante, depois de outra batalha.
Tentando vou manter-me alheio
ao desejo que a mente atrapalha.

Ah! esses teus olhos a brilhar

refletem encantos do espírito,
e teu perfume suspenso no ar
tornam o meu viver magnífico.

Será que serei digno do paraíso

de adentrar em sua morada?
Se não eu merecer seu sorriso...
 então será triste minha retirada.

Pois, para um guerreiro como eu

é frustrante perder uma batalha.
Porém, não quero agir como plebeu
  não revelando o que a alma frangalha.

Quero ter o privilégio de ser batizado

nos fluídos resultantes de seu amor!
Ou, que rapidamente eu seja tragado
para as profundezas da solidão e dor.

Valter Montani

revisado 28/11/2013 Regina Azevedo

conheça meus outros blogs:
Clicksdopoetafotografias e afins
Selos & Prêmios : Galeria do Poeta
Poetacardscartões com pensamentos  
New:Bloglivro: somente textos 

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS