28/02/2012

Auto-retrato


Quer saber de onde venho?
Venho de uma outra dimensão
e aqui, como lá, não existe perfeição,
apenas um lugar de profunda provação.

Para onde vou não importa,
vou até onde me deixarem
basta manter aberta a porta
e os sentidos me transportarem.

Sou regido pelos signos do amor
com ascendência nos signos da razão,
o equilíbrio da balança evita
que os espinhos firam-me o coração.

Não sou um sábio
mas um mero aprendiz.
Onde estamos, tudo se aprende,
estou aprendendo a ser feliz.

O mundo é maravilhoso
é possível alcançar a felicidade
basta deixar de lado a ganância
que se espalha pela cidade.

Nas andanças da vida
muitas coisas aprendi,
a deixar o orgulho de lado
e cada momento curtir.

Meu mestre, o tempo,
ensinou-me a esperar
aprender com a derrota
e a vitória saborear.

Meu outro mestre, o destino,
ensinou-me a cair
e, com rapidez, a levantar,
sacudir a poeira e seguir.

Afinal, somos compostos de água
e se ela não for corrente
estagna-se, apodrece;
quem deixa de caminhar sempre padece.

Deus me deu a força de um guerreiro
e o coração de uma criança
por isso posso ir a guerra
sem perder o amor e a esperança.

© Valter Montani

Meu blog de cartões: POETACARDS
Selos & Prêmios: GALERIADOPOETA 
Livro Virtual: POESIAS E PENSAMENTOS    
Fotografias: CLICKSDOPOETA  
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS