14/10/2011

Manifesto 52

Manifesto 52
 
Toda a humanidade foi dividida
desde, o principio da existência,
separados por línguas e culturas
cada indivíduo com sua carência.

O saber de toda a raça humana
foi repartido em várias ciências
tornando os mestres e doutores
prisioneiros da sua sapiência.

A fé,  há tempos vai sendo dizimada
por aqueles que camuflam a verdade
 que são os bons atos e amor ao próximo,
 ingredientes que salvarão a humanidade.

Muitas guerras foram deflagradas
 para lavar honra ou interesses diversos:
religiosos, políticos e econômicos,
conduzidas por lideres perversos.

Pois, o orgulho cego é notável,
a falsa sensação de auto-suficiência
não deixa que sequer enxerguem
a necessidade da coexistência.

A ganância do homem pelo poder material
a exaurir os bens e recursos naturais.
Por dinheiro, destroem florestas inteiras
poluem águas, ar, solo, exterminam animais.

As riquezas são cada vez mais concentradas
enquanto a miséria é fartamente distribuída.
Poucos possuem aquilo que atenderia a milhões
muitos, sequer podem viver de cabeça erguida.

Em consequência, seres humanos matam
movidos por interesses  estúpidos e fúteis
por causas mal resolvidas, por dinheiro,
clubes, crenças e outras paixões inúteis.

Para piorar o panorama de destruição
uma grande praga de gafanhotos corrói
lentamente bens públicos sem contrição,
alimentando-se da mentira e corrupção.

E assim...caminhando vai a humanidade
poucos enxergando a verdadeira razão
do papel que cada um de nós representa,
na grande e infinita espiral da evolução.

Porém, apesar de tantas as desgraças
que observamos nos arredores do mundo
 há motivos para conservar a esperança,
pois, existe pureza no coração da criança.

Cabe a nós mantê-la viva, fomentá-la,
existem pessoas boas de alma e coração,
que preocupam-se muito com o bem comum
 combater os reflexos do mal é sua oração.

Pessoas honestas são maioria, basta observar!
Ainda existem jovens escolhendo uma profissão
para melhorar suas vidas mas, também colaborar,
com o saber contribuir oferecendo uma solução.

Sempre existirão mestres dispostos a contribuir
 quando os discípulos,  seu conhecimento buscarão
 o saber acadêmico e sua vivencia vão compartir,
assim o conhecimento adquirido jamais será em vão.

Resistirão os poetas com sua poesia a espalhar
 palavras de força para que nossa luta continue.
Pois, como nos diz um grandioso dito popular:
"não há bem que perdure nem mal que perpetue".

Valter Montani
ilustração: google imagens 

"O sucesso é um professor perverso.
Ele seduz as pessoas inteligentes e as faz pensar que jamais vão cair."
-- Bill Gates
 
 
*proibida a reprodução sem autorização
Visite meu blog de cartões:   POETACARDS 
Selos &  Prêmios: GALERIADOPOETA 
Livro Virtual: POESIAS E PENSAMENTOS
fotografias: CLICKSDOPOETA
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS