01/07/2011

Mentiras de amor (saindo da gaveta)

Mentiras de amor
 
Foi tudo apenas uma grande mentira
que outrora, sem noção, teimei em investir
sonhava que um dia você talvez mudasse,
então,  no engano,  continuava a insistir.

Mas vejamos: o tempo é senhor da razão!
Por mais que pareça que você está iludido
a realidade salta aos olhos e engole a ilusão,
revelando-lhe que foi tudo tempo perdido.

Dizem por ai, que mentira tem pernas curtas
mas, as suas eram tão grossas e bem torneadas!
como eu resistiria  a algo potencialmente ruim
com aquela embalagem linda, tão bem acabada?

O engodo nunca  possuirá uma face reveladora
para aquele infeliz completamente envolvido,
por quem se dispõe a enganar alguém sem dó
usando seus artifícios,  provocando....seduzindo.

Porém,  tudo na vida tem um valor de aprendizado
  muito mais difícil, será plantar uma outra farsa
num coração duro que pelo sofrer foi calejado.
  o mundo vai girando,   nos mostrando outro lado.

Arrependida, você  subitamente reapareceu
pensando ser minha dona, tentou reaproximação.
Precavido pelo grande aprendizado
daquela lição,
já nem mais me importava com sua: "boa intenção".

O trem da vida, nem sempre pára na mesma estação,
oportunidades vem, e se vão, quem quiser, que embarque.
  Teve sua grande oportunidade,  não soube aproveitar,
então dê licença, procure outro, pois a fila tem que andar!

Valter Montani
Mais um texto que sai da minha gaveta mágica, cabe salientar que esses textos nem sempre estão escritos, podem estar em minha gaveta virtual, localizada em minhas memórias, como este acima.
Estarei ausente de 02 a 30 de julho, mas deixo minhas poesias no menu logo abaixo, é só escolher clicar e ler. Obrigado a todos pelo carinho e amizade. Na volta procurarei retribuir as visitas e comentários postados em minha ausência, saudações poéticas!
Conheça também meus outros blogs:
Cartões:  POETACARDS
Selos e prêmios: GALERIA DO POETA 
Fotografias: CLICKS DO POETA
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS