25/04/2011

Entardecer de uma paixão (saindo da gaveta)

 Entardecer de uma paixão

No crepúsculo, ao entardecer de tudo
caíram por terra as últimas esperanças
que teimavam ainda em permanecer.
Naquele horizonte tão frio e sombrio
que estampava-se a  minha frente,
podiam ser ainda facilmente vistos
pairando,  os derradeiros resquícios
que restavam, daquilo que outrora
fora chamado de paixão....  amor.
Mas felizmente e com toda certeza
ainda me resta uma porção de nobreza
poderei mirar no fundo de seus olhos
e lhe falar com toda minha franqueza:
Prefiro sim, sentir a dor da separação,
mas, viverei melhor sem a sua presença
pois, viver contigo foi apenas sobreviver
numa relação tola e de absoluta incerteza!

Valter Montani
Mais um texto que estava esquecido num canto empoeirado de meu passado. Exorcizado. 
Clicksdopoeta: fotografias e afins
Selos & Prêmios : Galeria do Poeta
Poetacards: cartões com pensame
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS