25/10/2010

Sou Poeta

É caminhando sob a luminosidade da lua
que sempre consigo livrar-me das mágoas,
basta vislumbrar os encantos de uma mulher nua
banhando-se na pureza cristalina das águas.

E recebendo essa inspiração vestida apenas de luz
apaixonado pelas formas de mágica delicadeza
enamorado, sempre rendo-me àquilo que me seduz
sou Poeta, escravo da rima eterno amante da beleza.

© Valter Montani
Visite meu blog de cartões: Poetacards
Selos & Prêmios: Galeria do Poeta
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS