02/12/2009

Deusa da sedução (saindo da gaveta)

Deusa da Sedução


Seu corpo exala sensualidade pelos poros

deixando-me embriagado de paixão,

a sede se apodera do meu corpo

saciá-la irei, antes que fique louco.


Seu decote de generoso magnetismo

aprisiona meu olhar e o fogo me consome,

já não resisto a vontade de num salto

tomar seu corpo num súbito assalto.


E cobrindo de beijos e carinhos

deslizarei as mãos pelos caminhos

que levarão ao seus locais secretos

e de lá não sairei nem por decreto.


Pois, no seu templo da perdição

devoto de ti eu permanecerei,

farei minha oferenda de paixão

reverenciando-te Deusa da Sedução!


©Valter Montani


PS.: Este poema, como a maioria dos que escrevi, esteve trancafiado numa gaveta.
Por incrível que possa parecer, não foi escrito para uma determinada pessoa e sim uma categoria de mulher. Aquelas que são sensuais sem necessidade de vulgarizar sua imagem, ou expor excessivamente, que provoca às vezes sem sequer se dar conta disso...inconscientemente. A essas mulheres eu reverencio e dedico este escrito.

conheça também o POETACARDS


Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS