23/10/2009

Essência de Poeta (inédita,saindo da gaveta)

Essência de Poeta

Nós poetas vagamos entre o amor e a razão,

Entre o doce sabor da glória e a dor da decepção.

Às vezes, temos a doce companhia da pessoa amada.

Noutras, apenas cabe-nos a amargura da solidão.


Mas, jamais será imputado aos poetas,

A angústia por não ser correspondido.

Pois, para nós o sentimento é o que vale,

Quando com muita intensidade vivido.


O amor dos poetas é na maioria das vezes, puro

Por mais, que tentem fazê-lo corrompido.

É completo na sua mais profunda essência,

E, por muitas vezes não é compreendido.


Os poetas são eternos apaixonados pela vida,

Que se encantam com um singelo botão de rosa,

Mesmo que seus espinhos lhe provoquem ferida.

Enxergamos beleza em tudo e convertemos em

verso e prosa.


A gente se encanta com o sorriso de uma criança!

Com o pôr-do-sol de um domingo ensolarado,

Uma palavra amiga ou simples gesto de esperança.

E sorrimos, sempre que sentimos uma doce lembrança.


Valter Montani

Adicionar artigo ao blinklist Adicionar aos Favoritos BlogBlogs Adicionar artigo ao Del.icio.us Adicionar artigo ao Digg! Adicionar artigo ao DiHitt Adicionar artigo ao Eu Curti Adicionar artigo ao Furl Adicionar esta noticia no Linkk Adicionar artigo ao Rec6 Adicionar artigo ao reddit Adicionar artigo ao Slashdot Adicionar site ao Stumble Adicionar aos Favoritos Technorati Sabedorize esta not¿ia no WebSapiens
Quer ter estes botões no seu site? Acesse

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS