30/06/2008

Poeta Homenageado da semana - Cláudia Gonçalves


Alma de poeta
(Cláudia Gonçalves)

Carrega sonho
em metáforas
atenta aos amores
as partidas
...o som
o silêncio

o pensamento navega
no subterrâneo
da emoção

magia que pulsa
nas entrelinhas
do que projeta

e no delírio
da inquietude
está a alma do poeta

Cláudia Gonçalves
.

Momento
(Cláudia Gonçalves)

Um sobejo de luar
espalhando
aroma de vinho
o corpo acolhido
em brumas de seda
aflorando desejos
o amor a bala-lança
num broto de manhã
um sol furta-cor
pinta e borda

e o tempo em sintonia
com o universo
que o desejo toca
move-se lento

no sal do corpo
um silêncio terno
sorvendo
o sabor do momento

Cláudia Gonçalves

Mulher
(Cláudia Gonçalves)

anoitece
e na ante-sala
do amor
transborda
néctar frutal
rosa chá
alma desnuda
saindo
do prumo
tal fera
selvagem
bastam
os sentidos
e explode
a paixão
nas arenas
do corpo
caem folhas
de outono
e floresce
...mulher

Cláudia Gonçalves


Noite
(Cláudia Gonçalves)

Salgado silêncio
pintado de breu

andando
de rua em lua
buscando a cor
na derme do escuro
um mergulho vermelho
no túnel da boca

um coral
de palavras loucas
entorpecendo
cantando
em labaredas
beijos
que inflamam
aquecem
transpiram
e calam

Cláudia Gonçalves
.

-->
Cláudia Gonçalves

Poeta gaúcha nasceu em Junho de 1968, é consultora de moda, reside em Porto Alegre-RS.
Participou de 08 antologias e tem poemas publicados em e-books, jornais, revistas e nos sites: Alma de poeta, Blocos online, Poetas Del mundo, Recanto das letras, Usina das palavras e Artistas gaúchos.
Ativista cultural, curadora do site almadepoeta.com, coordenadora do Proyecto Cultural Sur/Brasil-núcleos Camaquã-São Lourenço do Sul-RS e coordenadora de publicações do Proyecto Cultural Sur/Brasil.
É membro da Casa do poeta Rio-Grandense e participou do projeto poetas pela paz e justiça social em 2007.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS