18/12/2007

NATALIDADES




Natanalidades


Eu nunca gostei de Natal
Nem dessas festividades,
Repletas de banalidades
Impulsionadas pelo consumismo.

Sempre tive claro comigo
Que o verdadeiro pai, irmão, amigo
Não se manifesta apenas numa data
Pois devem estar sempre contigo.

É lado a lado no dia-a-dia
Que precisamos da companhia
Daqueles que tanto amamos,
Da ajuda que sempre necessitamos

Pois a verdade do amor está acima de tudo
E se manifesta sempre em cada coração
Não importando raça, cor ou religião.
Basta deixá-lo livre, ele sabe qual a direção.


Valter Montani (dezembro de 2007)

PS. Todo dia pode ser Natal, pois o Cristo (Amor) nasce no coração daqueles que sabem semear e cultivar.
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

POSTS MAIS COMENTADOS